Thursday, January 19, 2006

A CAVALO NO TEMPO

Ando a cavalo no tempo,
Anda o tempo a galopar.
Quando nasci, fui bebé,
Agora sei bem falar,
Hei-de ser gente crescida
Com força para trabalhar,
Hei-de ter como os avós
Muita coisa para lembrar.
Sempre a cavalo no tempo,
Com o tempo a galopar.

LUÍSA DUCLA SOARES,
A CAVALO NO TEMPO, CIVILIZAÇÃO

0 Comments:

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home